top of page
Buscar

Como estão a empatia e a confiança no seu ambiente de trabalho?

Por qual motivo ainda temos poucos líderes no mundo dos negócios?

A organização estruturada de forma vertical e hierarquizada fez parte da vida de muitas pessoas e ainda existe. Existe muita confusão entre respeito e hierarquia. Já identificamos que este formato organizacional não é nada saudável entre os colaboradores e afasta qualquer tipo de inovação e metas de melhorias dentro da empresa.


Estamos entrando no terceiro ano de pandemia e ainda existem empresas que controlam o trabalho dos seus colaboradores através de softwares de monitoramento.


Muitos justificam esse excesso de monitoramento como fator primordial para o alcance de resultados, eu considero mais "falta de confiança" no colaborador e no trabalho desenvolvido por ele.


A confiança é a base de qualquer relação humana, seja ela profissional ou pessoal.

O que a pandemia trouxe de bom à tona foi a “empatia”. Muitas empresas e líderes conseguiram ter a capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente e de querer o que ela quer. Literalmente, se colocar no lugar do outro. Esta capacidade fez com que muitos líderes conjuntamente com os Departamentos de Compliance e Recursos Humanos buscassem soluções para ajudar seus colaboradores a serem produtivos, mas de forma saudável – física e mentalmente – neste período difícil que o mundo tem passado.


Muitas empresas implementaram políticas de trabalho remoto, definiram horário para envio de mensagens e WhatsApp, com o objetivo de evitar excessos de demanda de trabalho.

Quantidade nunca significou produtividade.

Em casa ou no escritório, os colaboradores têm o direito de um horário para almoçar, ir ao banheiro e tomar seu café.

Os líderes vão se diferenciar ao falar e caminhar com empatia perante seus colaboradores. Os resultados podem ser surpreendentes, como, por exemplo, o sentimento do colaborador de vestir ainda mais a camisa da empresa, baixo turnover, sentimento de acolhimento ou de pertencer a um ambiente corporativo saudável, as denúncias relacionadas com assédio moral irão diminuir, dentre outros exemplos.


Que a empatia e a confiança se tornem aliadas para a alta direção das empresas daqui em diante.

Que sejam, um dos requisitos mais importantes quando da contratação ou promoção de um(a) executivo(a). Assim, poderemos dizer que, de fato, teremos líderes construindo ou desenvolvendo ambientes corporativos mais saudáveis.


Como estão a empatia e a confiança no seu ambiente de trabalho?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Vinicius David
bottom of page