top of page
Buscar

O futuro do trabalho pós-pandemia

Os empregos com níveis mais altos de proximidade física tendem a sofrer uma maior transformação após a pandemia, desencadeando efeitos indiretos em outras áreas de trabalho à medida que os modelos de negócios mudam em resposta.

Um exemplo muito presente no nosso dia-a-dia é em relação ao trabalho que lida diretamente com o cliente, que são os casos de hotéis, restaurantes, aeroportos, locais de entretenimento, lojas físicas de varejo, bancos e correios. Este trabalho requer presença no local, com isso, houve uma maior migração para as plataformas de comércio eletrônico ou mesmo intensificaram a presença digital já existente de muitos negócios, fazendo com que o cliente/consumidor tenha uma mudança de comportamento.

Outro exemplo seria no setor de lazer e viagens, onde existe uma interação direta com os clientes em hotéis, restaurantes, aeroportos e locais de entretenimento. No longo prazo, a mudança para o trabalho remoto e a redução relacionada com as viagens de negócios, bem como a automação de algumas ocupações, como funções de serviço de alimentação, podem reduzir a demanda de trabalho nesta área.

Na área de trabalho de escritório estão inclusas áreas de trabalho administrativas em hospitais, em grandes corporações, tribunais e outras repartições públicas e fábricas no geral. Neste caso existe uma interação moderada entre as pessoas, sendo assim, o modelo de trabalho remoto foi e ainda está sendo muito utilizado, além do modelo híbrido aplicado e também automações em muitos processos que antes eram realizados de maneira manual.

No caso das reuniões de negócios, o modelo de reunião virtual vem sendo implantado causando redução nas viagens de negócios. Isso teria efeitos significativos sobre o emprego nos setores aeroespacial comercial, aeroportos, hotelaria e serviços de alimentação. O comércio eletrônico e outras operações virtuais também estão crescendo.

Foram identificados alguns trabalhos que tecnicamente podem ser realizados remotamente, porém são melhor realizados de maneira presencial, são eles: negociações, decisões críticas de negócios, sessões de brainstorming, fornecimento de feedback sensível e integração de novos funcionários.

Outros tipos de operações virtuais, como telemedicina, banco online e entretenimento de streaming também decolaram durante a pandemia. Essa mudança impulsionou o crescimento nos setores de entrega, transporte e logística.


Fonte: Mckinsey

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


Vinicius David
bottom of page