top of page
Buscar

Saúde mental: Como a inteligência artificial reduz casos de burnout?

Segundo uma pesquisa da Isma-BR, representante local da International Stress Management Association, 72% dos brasileiros que estão no mercado de trabalho sofrem alguma sequela ocasionada pelo estresse. Desse total, 32% sofrem de burnout e, desses, 92% continuam trabalhando.

As constantes preocupações com o desempenho no trabalho, somadas a maus hábitos, têm elevado o nível de estresse dos brasileiros. Diante desse cenário, cada vez mais pessoas vêm sofrendo com a síndrome de burnout, caracterizada pelo esgotamento físico e mental relacionado ao trabalho.


Para reverter essa realidade, a Sonda, empresa de transformação digital na América Latina, desenvolveu a Sonda Corporate Wellness, solução voltada para o bem-estar dos trabalhadores. Trata-se de uma plataforma que, por meio de algoritmos de Inteligência Artificial, cria uma interação com os colaboradores das organizações, identificando hábitos, rotinas e pontos de melhoria.


Com base na coleta e cruzamento de dados, a Corporate Wellness oferece pílulas de conhecimento individualizadas e dicas diárias de cuidados, que ajudam o funcionário a desenvolver melhores hábitos nas áreas fundamentais para o autocuidado, como controle do estresse, nutrição, relacionamentos, finanças, saúde mental e física.


A plataforma funciona por meio de sensores de Internet of Behaviors (IoB), que são responsáveis por identificar comportamentos por meio de relógios inteligentes, pulseiras e balança. Com isso é possível conhecer os hábitos que podem estar impedindo o indivíduo de ter uma vida saudável.


A plataforma diferencia padrões de comportamento e incentiva as pessoas a modificá-los por meio de um sistema de recompensas.


Para garantir resultados positivos para os negócios, é preciso assegurar o bem-estar do capital humano, para, então, ter produtividade e menos acidentes de trabalho.


Fonte: Exame

8 visualizações0 comentário

Comments


Vinicius David
bottom of page